Pecados – Ira




Há uma raiva que cresce dentro de mim
Uma Ira
Um vazio
O vazio dos olhos tristes
Dos desempregados, dos esfomeados,
Dos desalojados,
Das crianças abandonadas, perdidas
Mal amadas, mal tratadas
Das mãos paradas, braços caídos
Ao longo do corpo
A ira surda dos campos inférteis
Das peixes sem água
Das palavras sem verdade
Dos gritos mudos
Há uma ira que cresce
Dentro de mim.

Comentários

Rei da Lã disse…
Há uma ira que cresce dentro de ti?
Por que não vais até à Irlanda?
João Norte disse…
As crianças abandonadas é uma das coisa que fazem raiva, e há tantas outras coisas que tambem fazem.
salvoconduto disse…
Eu pecador me confesso permanentemente irado.

Abreijo.
Zorze disse…
Ana,

A ira quando bem canalizada e focada num objectivo bem delineado assume contornos de força quase indestrutível.

O comentário do Rei de Lã é excelente.

Beijos,
Zorze
Maria disse…
Essa raiva, ou ira, que tens e que temos não é pecado. É um sentimento abençoado (!!!) que nos dá mais força para ir à luta!

Um beijo
Olá Ana!
Hoje só venho a correr, para anunciar que tem uma distinção no DELITO DE OPINIAO
Beijo
Ana Camarra disse…
Rei da Lã-Bela ideia!

João Norte-A mim também é uma das que deixa irada!

Salvoconduto-Permanente não direi, mas é crescente.

Zorze-Tens razão. Sua Magestade é assim....

Maria-Assim como dizes.

Carlos-Obrigadinha, tenho de lá ir ver!

Beijos
Diogo disse…
A raiva, que também cresce dentro de mim, acentuou-se há bocado com o anúncio do acordo dos TGVs com Espanha. Milhões na miséria e milhares de milhões nos bolsos dos ladrões.

Beijo
Anónimo disse…
Aninha, este pecado, já dá pelo menos para uma mulher desabafar, atirar com a sua ira contra alguém ou contra alguma coisa.
Eu tenho ira várias vezes ao dia, com contornos diferentes.
Quando estou a ver o Telejornal, normalmente é a ira política e social, se estou a cozinhar, passar a ferro ou arrumar a casa íra doméstica, enfim digamos que são iras e irazinhas, mas nunca irozes porque não gosto
Um abracinho
Lagartinha de Alhos Vedros
SENSEI disse…
Ira!... Desde quando isso é pecado?
Se o é!
Então eu sou um pecador nato, ando tão irado que era capaz de... Enfim é melhor ficar por aqui, no meu blogue, logo lhes trato da saúde com a minha ira.

Em Portugal é já mais IRRA!

Xôxos

Ouss
samuel disse…
E que grande ela pode ser!
AP disse…
Por esta é que eu vou mesmo direitinho ao inferno!
Não suporto injustiças, palhaçadas, arrogâncias, prepotências, hipocrisias... Fico irado. Mesmo.
Fernando Samuel disse…
E dentro de mim, também.


Um beijo.
Ana Camarra disse…
Diogo-Também me dá engulhos!

Lagartinha-Partilho, plenamente, também não gosto de enguias!

Sensei-Irra!

Samuel-Em franca expansão.

AP-Pois eu também não suporto.

Fernando Samuel-Pois, cresce, fervilha, multiplica-se.

Beijos
Sunshine disse…
E em mim também.

Bjs Ana