Sentidos V O Paladar

DOCE AMARGO SALGADO PICANTE
Acre, granuloso, Macio, aveludado, Quente e frio, Fresco e morno, Crocante, gelatinoso
Chocolate, chá, mel, sal, pimenta, paprika, canela, maçãs, sumo, manteiga, álcool, carne, amassar, peixe, azeite, salada, cebolinho, estufar, Grelhar, tostar, cravinho, gratinar, cozido, cru, cominhos, coentros, natas, rosmaninho, limões, hortelã, cereais, poejo, gengibre, malagueta, enchidos, leite, erva doce, conchas, ovos, creme, papaias, açúcar, bater, café, vinagre, com gás, conservas, fumados, pão, picar, regar, moluscos.



Pronto já todos devem de pensar que sou uma comilona, não sou, sou mais gourmet.
Adoro cozinhar, acho que é na cozinha ou à volta da mesa que acontecem imensas coisas importantes da nossa vida.
As celebrações de família, as festas, os jantares românticos, as reuniões de amigos, tantas coisas.
Portanto provar é um sentido muito importante.
Gastronomia também é Cultura.

Cozinhar é alquimia!
Adoro cozinhar, não o cozinhar obrigatório a contra relógio, mas o cozinhar criativo, mais tenho esta estranha (ou nem tanto) associação da comida, do cozinhar, do provar à sensualidade.
E não falo de cozinha afrodisíaca, não acredito muito nisso, acho que para quem está apaixonado o comer mais simples e a bebida mais deslavada, são afrodisíacos.

Depois o paladar lembra-me outras coisas, enquanto se instala no nosso mundo ocidental uma cultura gourmet, com montes de rituais ligados à cozinha, com raides da ASAE aos alimentos e à forma de os confeccionar (já agora acho que a ASAE é uma espécie de PIDE dos prazeres), ameaçando descaracterizar a comida e os alimentos regionais, ocorre-me que para grande arte da humanidade comer, provar, não é nada disso, é apenas e só um luxo, ou uma batalha diária.
E disso também se faz a nossa cultura diferenciada, as barreiras impostas, pelos sistemas económicos, por “donos do mundo”.
Ainda assim de referenciar que em alturas adversas, de escassez de alimentos, os Portugueses, peritos na arte de desenrascar, conseguem milagres, é só lembrar o que no Alentejo se inventou com pão duro, alho, um fio de azeite e meia dúzia de ervas silvestres.

Provar são explosões!
Paladar, são explosões!

Comentários

PDuarte disse…
o meu maior problema é gostar tanto de comer.
salvoconduto disse…
Também aqui no Porto se desenrascaram com as tripas.

Raio! Já nem me consigo lembrar quando comi as últimas!

Abreijo
CRN disse…
Fundamental a promoção de tal sentido, devido - quase invariavelmente - a este vicio que também serve para encher o bolso ao capital americano, o tabaco, os Portugueses, cada dia mais comem, gato por lebre e nem se percatam.

Abraço!

A revolução é hoje!
Zé Ferradura disse…
Ana,

Passei apenas para dar um beijo, pois o tempo é curto neste momento.

Apenas uma critica sobre o que me disseram hoje. Trabalhadores da CMB foram "obrigados" a fazer greve.A confirmar-se, lamento esta postura.

Envie-me um mail a comentar qq coisa sobre isto.

Beijo
Zé Ferradura
Anónimo disse…
ora, mais uma empatia... cozinhar é também para mim um prazer, Ana.
beijinhos!
pbruno
Anónimo disse…
ora, mais uma empatia... cozinhar é também para mim um prazer, Ana.
beijinhos!
pbruno
Zorze disse…
Ana,

Também eu adoro comer, não sei cozinhar, mas sei, apreciar. O problema depois é a barriguita.
Adoro a nossa gastronomia.

"Cozinhar é alquimia", brilhante minha cara. Só uma mente brilhante como a tua poderia ir buscar esta expressão. Gostei do paladar deste post.

Será que o Merlin era cozinheiro? Quem sabe!

Abraço,
Zorze
Ludo Rex disse…
O Beijo é o paladar dos nossos desejos...
Kiss
Mac Adame disse…
Venha daí tudo, e com muito picante do bom, natural, feito de malaguetas. Beijinhos picantes de malagueta.
Fernando Samuel disse…
Não há gosto como este gosto de gostar do convívio à volta da mesa de amigos...

Um beijo.
Ana Camarra disse…
Pbruno – Pois mais uma!

Zorze – Mente brilhante! Até me babo!
Merlin era de certeza Alquimista e como homem superior e inteligente devia de cozinhar porque fazer poções é cozinhar.
Curioso mencionares Merlin eu adoro as Lendas Arturianas e passo a vida a ler o que posso sobre isso.

beijocas
Diogo disse…
Estar a ver as fotografias deste post, quando ainda faltam mais de duas horas para ir almoçar. Isto não é informação, é sadismo!

Bjs
AP disse…
Adorei a descrição da ASAE como PIDE dos prazeres. Genial!
Ana Camarra disse…
diogo - Este blogue não é informativo....


ap-E não é?


beijocas
Ana Camarra disse…
Ludo – Essa também é uma inspiração profunda!

Mac – Sem excessos! QB

Fernando Samuel – é tão bom!


beijos
Rei da Lã disse…
Já se comia - e bebia - qualquer coisinha...
Ana Camarra disse…
Vá lanchar magestade.

beijoca
Rei da Lã disse…
Não tenho dinheiro!
Anónimo disse…
- Cada vez que por cá passo, fico como que...com água na boca, pois!
aferreira
Ana Camarra disse…
aferreira

Sirva-se á vontade!

beijo
Anónimo disse…
-É o que faço,... obrigado!
aferreira