Não vale a pena avisa-la...


Pronto andava á procura de um certificado de uma Acção de Formação que fiz em tempos, encontrei-me assim com 19 anos.
Estou a presidir a uma mesa de voto, naquela altura não se ganhava nada por ir para as mesas, era estar lá ás 6 da matina e sair quando tudo terminasse.
Na mesa era só homens, incluindo o meu primo, a maior parte deles conhecia-me de pequenina, tinham um certo orgulho em colocar-me assim na Presidência da mesa.
A foto foi tirada pelo namorado da altura.
Passado pouco tempo cheguei á conclusão que não queria mais aquela relação, fiz outras mudanças na minha vida.
Olho para esta jovem e sei que nesta altura os projectos dela são muito diferentes dos meus agora, tenho vontade de a avisar sobre certas coisas, mas é melhor não, ela vai aprender sozinha, como eu aprendo ainda, vai abrir-se e fechar-se ao mundo muitas vezes, vai ter alturas em que vai pensar que a vida vai ser sempre assim, vai ter alturas em que vira a mesa e diz que não, vai ter momentos de desespero, vai ter momentos felizes também, vai arriscar outros amores, mais ou menos felizes, vai ter alturas em que decide que não quer ninguém a seu lado, vai fazer muitos amigos, vai dedicar-se a projectos de corpo e alma.
Gostei de a encontrar assim cristalizada, neste momento.

Comentários

Ana Camarra disse…
Capitão, que provocação, é claro que não!
beijos
José Gil disse…
Ana Gosto do Cravo.

Namorados era coisa que não devia faltar à minha amiga, a ver pela fotografia (Agora que é uma senhora casada, deverão os admiradores secretos continuar a suspirar pela sua atenção).

Mais uma coisa que temos em comum. As mesas de Voto.

Um beijo
Ana Camarra disse…
José Gil

Também não foram assim tantos namorados.
As mesas de voto, pois está claro.
O cravo foi-me oferecido logo pela manhã e ali ficou o tempo todo.
Admiradores secretos, que ideia Zé!

beijos
Anónimo disse…
Que linda Ana, uma princesa.
...
A Princesa

"Ai alces da minha vista.
Ai brumas do meu quebranto
Ai nuvens da minha crista
casulos do meu encanto."

Esta manhã Ari dos Santos, para uma princesa de ontem, rainha hoje
Ah! é só monarquia por aqui.
Vês, já nos estamos a rir!!!
Vai um bolinho no TICO Tico?

Um Abraço da Lagartinha de Alhos Vedros
Ana Camarra disse…
Lagartinha

Já passaram uns anitos.
Mas sou republicana.
um bolinho do Tico Tico quando quiseres.
Só dizeres

beijos
Anónimo disse…
Ana

Que saudades de ti nestes tempos.
Não tinhas muitos namorados mas tinhas muitos pretendentes.
Mas essa carinha é a mesma!
E sempre revolucionária.
Deixa lá não vale a pena avisar, ela é esperta aprende sozinha.
Tenho lido tudo o que escreves!

Beijos muito grande

Zé Manuel
Ana Camarra disse…
Zé Manuel

O trombil vai-se mantendo mais ou menos igual.

beijos
Ludo Rex disse…
Foto com direito a cravo e tudo... O espírito combativo mantém-se igual.
Kisses
pedro espanhol disse…
http://pedroespanhol.blogspot.com/ Artes plásticas, actualizaçoes regulares, visitem. Obrigado.
Conde disse…
Eu tambem acredito que os pretendentes deveriam ser bastantes.è curioso (estou sempre a dizer isto contigo)porque fazia uma ideia de ti completamente diferente e eu sei porquê um dia digo-te.
Ana Camarra disse…
Ludo - O espirito está melhor, ainda mais combativo

Pedro Espanhol - Fica aqui, embora ache que não seja grande divulgação.

Conde-Agora sou eu que digo, curioso, que ideia fazias?

beijos
Até nisso o país è outro, agora é tudo à base dos euros.
Temos isso em comum, eu desde moçoilo com os meus 18 anos, que faço parte de mesas de voto.

beijos
salvoconduto disse…
Deixa-a viver, ainda tem muitas coisas boas à espera dela, acredita.

Abreijo.
Anónimo disse…
Eu tenho um "Principezinho" que me foi oferecido por amigo do Lavradio.É uma 4ª edição, o papel está amarelo e cheira a muito tempo.
Quando vi o principezinho no teu blogue lembrei-me dele, tive saudades do amigo que mo ofereceu.
Recordo agora aqui contigo, aproveito e mando um abraço para o Adolfo

"-Era melhor teres vindo à mesma hora, disse a raposa.Se vieres por exemplo às quatro horas da tarde, às três já eu começo a ser feliz"...

Um abraço da Lagartinha de Alhos Vedros
Ana Camarra disse…
Se existissm Livros Sagrados o "Principezinho" era um eles...
Logo á noite devo de estar com o Adolfo, digo-lhe que existe uma lçagartinha em Alhos vedros, a quem ele ofereceu o Livro, que lhe manda um abraço...
É UMA Lagarta, bem disposta, combativa, sem duvida e gulosa, gosta dos bolos da iLda e do Tico Tico, pode ser que ele identifique....

Beijos lagartinha
(estou em baixo ainda bem que me animaste)
Ora bem... pareço eu!
Também as mesinhas? Eu ainda as faço, mas tens razão agora sai-se mais cedo.
E avisá-la... não vale a pena... fará sempre o que no seu intimo achar certo, se errar... paciência! APRENDE!

beijos
ausenda
Ana Camarra disse…
José - Eu agora não faço mas é pior, começo ás 5 da manhã a distribuir e acompanhar várias mesas de voto.

salvoconduto-Espero que sim amigo, que tenhas razão.


Ausenda-Os erros também servem para aprendermos, não é?

beijos
Zorze disse…
Que belo texto, Ana.
O pormenor do cravo em cima da urna, está demais.
Da cara percebe-se o ar de reguilota e de quem não vai em cantigas. Ainda permanece, hoje, no teu rosto jovem. É o ADN, querida, o ADN. E a fibra, também.

Gostavas que houvesse uma máquina do tempo para avisar a menina?
Ainda bem que não existe, pois, é com os erros que aprendemos e evoluimos.
A menina teve que errar para evoluir.
Teve que ter obstáculos para superar.
Para se tornar na Mulher extraordinária que é hoje.

E não se encoste à sombra da bananeira, porque, ainda temos muito para aprender.


Beijos,
Zorze
Anónimo disse…
Quem te disse que não tens admiradores secretos?!
Ana Camarra disse…
Zorze

Uma mulher vulgar, são os teus olhos de amigo, so.
Não quero voltar atrás se voltasse podia mudar algo de fundamental, não vale a pena.
Aprender, sempre pois está claro!

beijos
Ana Camarra disse…
Anónimo

No lo creio!
Fernando Samuel disse…
«Vai fazer muitos amigos»: pronto, está uma vida ganha!


Um beijo amigo.
F Nando disse…
Deixa-a sonhar...
Cair e levantar-se e depois poder dizer:
Apesar de tudo vale a pena!
Ana Camarra disse…
fernando Samuel

É mesmo, só isso vale a pena.


f nando

Vai valendo, isto tem dias!

beijos
Anónimo disse…
a fotografia não és tu!
é a tua irmã
:)

cheen up! :)
and keep up the good work.

beijos do gajo na torre de marfim

diz à lagartinha que parece mais uma lagartixa (não a do Cardoso Pires), de ser muito dificl de "agarrar"! Eu faço colecção dos "Principezinhos" e a 4ª edição não a tenho......:P
Ana Camarra disse…
ò vizinho da Torre de Marfim

Não seja tonto!
A mana é mais clarinha, não tem o nariz arrebitado, mais baixinha, nem a beiça tão grossa, sabes disso perfeitamente!
E nunca teve nas mesas de voto!
A lagartinha vem cá ler senão não te topava á legua como topou.
A 4ª Edição vou ver se te arranjo, para te oferecer se mereceres...

Beijos
AP disse…
Vai soar a cliché, mas tenho que dizer que gostei imenso do texto. Está excelente!

Fez-me pensar. Porque eu tenho uma mania enorme de esquecer o que já fui, o que desejava na altura e comparar como sou hoje. Obrigado!
Marreta disse…
19 anos... Na altura tinha eu 179 anos e estava a entrar na andropausa. Não tenho boas recordações desse tempo.
Saudações do Marreta.
Anónimo disse…
OI! Bom dia!

Venho só esclarecer o Sr. da Torre de Marfim.
Olhe meu lindo, eu nem tenho coleção, basta-me este:
Editorial Aster
4ª Edição
Não ofereço de forma alguma!

Abraço da Lagartinha de Alhos Vedros

Eu já disse, noutro sítio, que não vale a pena morder, às lagartas sempre volta acrescer o rabo,no meu caso a língua
Sostrova disse…
Esta semana tambem andei a mexer nas fotografias antigas... tive que separar umas quantas (não tão antigas quanto isso para entregar à protagonista) e sabes que mais, acho que me mantenho o mesmo... menos cabelo e mais quilos, mas precisamente o mesmo... e é assim que quero ficar!!!
E quando te vi na imagem percebi que contigo se passa a mesmissima coisa... mundo vai mudando mas a essencia de quem é o que sempre foi, vai ficando. Na fotografias apareces assim imortalizada num papelito que vão amarelecendo...mas continuas tu.
Ao contrário do que dizes, eu não gostava de me "avisar" a mim mesmo sobre as cenas da vida... era assim como se me contassem o final do filme antes de entrar na sala... é muito mais gira a vida com surpresas!!!
Só gostava era de ter o figado a funcionar como há vinte anos atrás...
Lúcia disse…
Ana, depois de ler o texto voltei a olhar para a foto e vi-me a mim.
Porque, numa certa medida, este post espelha-nos.
E faz-nos parar um pouco.
Bjos
c x p disse…
:)...sim faz-nos pensar nos projectos e fases que vão e vem... ;) Brigada por este post tão profundo e simples ao mm tempo. Jinho.Prima.
Ana Camarra disse…
Marreta – És muito cota!

Lagartinha-Continua assim!

Sostrova-Eu sinto-me diferente, mentalmente não quero ser aquela. Avisa-la, se leste conclui que não vale a pena avisar, as coisas tem de correr a seu ritmo, só assim vale a pena.

Lúcia-Por vezes é fundamental!

Cxp-vem sempre, não tens nada que agradecer!

Beijos
SENSEI disse…
Pois!... Lembro-me bem!

Xôxos

Ouss
samuel disse…
Está tudo muito bem e a história está (como sempre) muito bem contada, mas o que eu gostava mesmo de saber é onde raio estavam as mesas de voto com presidentes assim... quando eu tinha vinte e tal anos! :-)

Abreijos
Ana Camarra disse…
Samuel

eu não queria ser má, mas tu nesta altura já não tinhas vinte e tal, eras mais crescido....

abreijo
Maldonado disse…
Tinhas um ar inocente... espero que não tenhas perdido com o passar dos anos...
Ana Camarra disse…
Maldonado

Já não sou assim, mas a cara é a mesma desde as fotos de recem nascida.