quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Por estes dias

Como isto tem dias, por estes dias ando assim, sem horários, sem falar de trabalho, mantendo um contacto minimo quase só com as ligações umbilicais, levanto-me quando quero, durmo quando tenho sono, como quando tenho fome, leio, leio, acordo ao som de pássaros matinais, adormeço com grilos, quase não ouço noticias, o fardamento são chinelos calções, um elástico para apanhar o cabelo, os figos roubados de uma árvore, libelinhas azuis e vermelhas e roçar a agua transparente, conversas longas, pés na relva, coisas simples, o corpo marcado pelo sol, estes dias são assim...

4 comentários:

Fernando Samuel disse...

Belos dias!


Um beijo.

Morgana disse...

Tão bom... :) Precisava de 5 meses assim!!ahahaha

Bjs**

Zorze disse...

Ana,

Estás no paraíso!

Beijo.

Suéllem Nascimento disse...

Sempre é uma grata suspresa visitar seu blog. =)