sábado, 14 de agosto de 2010

As esperas


Basicamente esperamos, esperamos nascer, esperamos o fim-de-semana, de dia espera-se a noite, durante a noite o romper do dia, espera-se o fim do mês (coisa cada vez mais inatingível e decepcionante), espera-se um filho, espera-se um amante, esperamos que as coisas melhorem, no Inverno esperamos um raio de sol, de Verão uma brisa fresca, esperamos as marés, as cheias, as vazias, esperamos as fases da Lua, o subsidio de Natal e o de Férias, esperamos que os filhos cresçam, saudáveis e felizes, eles crescem vertiginosamente, damos conta da roupa que deixa de servir, dos livros escolares de um novo ano, quando damos conta, são assim grandes, dizem-me que mais tarde se espera os netos, esperamos a reforma, esperamos dormir melhor, dormir mais um bocadinho, que as plantas cresçam, que a roupa enxugue, esperamos que nos amem, esperamos amar, que a água ferva, que traça não roa aquele casaco, que o fato de banho nos sirva, que nos abracem só porque sim, esperamos conseguir acabar o que temos entre mãos, esperamos poder ter coragem para dizer o que pensamos, aos que nos são queridos para que quando partam não fiquemos com saudades de lhes dizer que nos vão sempre fazer falta, aos não queridos, para que não nos fiquem coisas amargas a estragar o paladar da vida, esperamos que o dinheiro chegue, que a luz não falte, esperamos intensamente um olhar, um sorriso, uma palavra, um amigo, espera-se a época dos morangos, das cerejas, dos figos, que por muito que cultivem de outra forma só na época possuem o seu sabor real sem artifícios, esperamos que as castanhas assadas nos saibam como na infância, mas a memória atraiçoa-nos e esperamos que essa não nos falte, embora existam coisas das quais não nos queremos lembrar, por vezes esperamos por nós próprios pela o despertar da pessoa dentro de nós, mais livre e selvagem, sem compassos de espera.

4 comentários:

sagher disse...

espera-se pelo eterno retorno á medida que se envelhece. ´w sempre uma luz de esperança

Fernando Samuel disse...

O que é preciso é não desesperar por muito longas que as esperas sejam...

Um beijo.

Diogo disse...

Em suma, a vida é uma eterna expectativa, entremeada de curtas satisfações e tristezas.

Beijo

Zorze disse...

As esperas são sempre diferentes e complicadas.
Também os há que não esperam e se precipitam.
Esperar não é uma ciência exacta, é o que é... e ficamos na mesma.

Beijoca.