Escuta!


Consegues ouvir?!
O fragor de mil injustiças
De milhões de suspiros de resignação
Que crescem
Este som são lágrimas
Pequenas gotas de mar saídas
De um olhar de tristezas acumuladas
Acabaram!
Acabaram os suspiros de resignação,
Os pedaços de mar a fugirem pela face
O fragor das injustiças
Todos se juntaram e agora
Escuta!
Escuta só este troar crescente
Não é uma trovoada distante
É o futuro a chegar!

Comentários

Luciano Barata disse…
Que som profundo!
Mas para o ouvir é necessário não estar desatento, porque a música que nos dão, é cantada cada vez, com a voz mais doce.
Beijinho.
Sunshine disse…
Um som profundo que se deveria escutar mts vezes mais.

Bjs Aninha
Maria disse…
Lindo! sem mais palavras...

Beijos
Zorze disse…
Ana,

Lindo, lindo...

Mas deixa-me fazer-te uma perguntinha.

Que futuro é esse, que está a chegar?

Beijos,
Zorze
Correndo o risco de me repetir, Ana,faço a mesma pergunta da Zorze- "que futuro é esse?"
Entretanto, aproveito para te informar que estás convidada para o baptizado da minha cotovia. Vai mesmo chamar-se Brites. Parabéns!
Beijos
Ana Camarra disse…
Luciano

Sempre atentos ás canções dos bandidos.

Sun

Vai-se ouvindo.

Maria

Ainda bem que gostas!

Zorze

O Futuro quer queiramos quer não está sempre a chegar.
Eu tenho esperança num futuro sem injustiças, espero por ele ou melhor não me linito a esperar faço o que posso para que aconteça.

Carlos

Para não me repetir já respondi ao Zorze.
Quanto á Brites, como madrinha tenho de levar o quê?
E é quando mesmo?!

Beijos
Diogo disse…
O troar tem, muito rapidamente, de se tornar em qualquer coisa palpável. Chega de suspiros e lágrimas.

Procuremos as sanguessugas e os corruptos e, pelas nossas próprias mãos, façamos justiça. Não confiar nunca em juízes, jornalistas e políticos. Estão todos s soldo!

Beijo
Fernando Samuel disse…
O futuro que conquistaremos é esse: de justiça, de liberdade, de paz, de solidariedade...

Um beijo.
casadegentedoida disse…
Só passei para dizer Olá. A poesia não é o meu forte, ainda mais quando ela é escrita com lágrimas.
Bjs.
Ana Camarra disse…
Diogo

Quando soar é capaz de ser ensurdecedor!

Fernando Samuel

È esse que tentamos construir!

casadegentedoida

Não é escrita com lágrimas, mas com desejos.

beijos