Pensei que era publicidade....


Meninos não se empurrem, cuidado só atrevessem a estrada quando a Ana disser, dois a dois, não consigo tirar a bola do lago, vejam se não chutam a outra para lá, não deixem lixo na relva, sabem jogar à sardinha, ao lencinho da botica? A Ana ensina.
Sim a roupa da lavandaria, vou buscar, não me esqueço.
Piorou! Gaita! Fica internada outra vez?! Queres que vá aí?!
Sim quer mais sardinhas minha senhora? Deixe lá eu levo já, mais vinho, sim senhor! Não sei se estão boas ainda não comi….A fruta? Trazem aqui à mesa, não se preocupe.
Pronto! Estão todos servidos e já repetiram vamos nós comer, desmontar as mesas, empilhar as cadeiras, carregar os fogareiros, os contentores, apagar as brasas. Ainda tenho de ir comprar brindes, uns sugos, gomas, chupas, para a caça ao tesouro amanhã, qualquer coisa para o jantar, cenouras, não me posso esquecer das cenouras.
Tresando a sardinhas! Tenho uma nódoa de vinho na blusa, dói-me as costas.
Estou! Reunião, hoje?! Não, não posso!
A roupa é verdade! Sim, são essas camisas, obrigado!
Outra desempregada, merda para isto!
Estacionar, um lugar quase à porta, que bom, tocar à campainha, não estão?! Gaita! Tenho de carregar tudo sozinha, chaves na boca, roupa num braço, sacos apinhados noutra, mala cruzada, subo escada, arquejante, os sacos escorregam, abro a porta! Então mãe?! Não abriste a porta?!!!!! Pensei que era publicidade, desculpa mãe.
Um banho, um banho por favor.

Comentários

Diogo disse…
Vives numa sarabanda! Eu consigo ter uma vida mas calma. Acho que tenho sorte.

Beijo
Ana Camarra disse…
Diogo

Não páro nos ovos!

beijos
Uff..!!!! Fiquei cansada!
Que dias, rapariga! E o pior é que parecem clones uns dos outros!!!

Magistralmente bem escrito, adorei!

Beijinho
samuel disse…
Loooongo...

Abreijo.
mugabe disse…
Que movimento Ana...!

Abraço!
Sostrova disse…
Não tem a ver com a tua posta. Mas acho que é importante divulgar:
Manuel Pinho, o ex-ministro da Economia que insultou o presidente da bancada parlamentar do PCP, fez um jantar de despedida no restaurante Solar dos Presuntos, em Lisboa, com a companhia de...António Chora, da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa e membro destacado do Bloco de Esquerda.
Lúcia disse…
Uffa - isto tem dias:)
Bom texto!
duarte disse…
um banhito de imersão, uma boa massagem nos pés...e no meu caso um bom puro. e fica tudo...menos mal.
isso do sexo fraco , tem muito que se lhe diga, não tem ana?
abraço do tamanho do vale
Fernando Samuel disse…
A publicidade às vezes dá um jeitão...

Um beijo.
Ana Camarra disse…
Ausenda-O de hoje foi pior e ainda nem acabou!

Samuel-Eu tenho sempre a sensação que é curto.

Mugabe-Sempre a mexer.

Sostrova-Já sabia, nem me espantei, absolutamente normalissimo.

Lucia-Todos os dias!


Fernando Samuel-A mim não me deu geito nenhum!

Beijos
Ana Camarra disse…
Duarte

Duche e rápido que depois ainda fiz o jantar.

beijos
Zorze disse…
Ana,

Os dias absolutamente stressantes também são muito importantes.

Mais tarde, certos momentos recordados ao ralenti, ensinam-nos coisas absolutamente fantásticas, que no presente, a nossa atenção deixou passar despercebida.

Beijos,
Zorze
Ana Camarra disse…
Zorze

Ès capaz de ter uma certa razão, aprendi que mais vale telefonar primeiro com ordem expressa para descerem e carregarem a tralha...

beijos