domingo, 5 de julho de 2009

Hoje vesti esta!


É talvez o último dia da minha vida.

É talvez o último dia da minha vida.
Saudei o Sol, levantando a mão direita,
Mas não o saudei, dizendo-lhe adeus,
Fiz sinal de gostar de o ver antes: mais nada.

Alberto Caeiro

10 comentários:

mugabe disse...

E vestiste muito bem Ana !

Abraço!

duarte disse...

E ASSIM NASCEMOS...
ABRAÇO

duarte disse...

E ASSIM NASCEMOS...
ABRAÇO

salvoconduto disse...

E como ficas bonita assim vestida!

Abreijos.

samuel disse...

Bonito!

Fernando Samuel disse...

Vale mais prevenir do que remediar...

Um beijo.

Ana Camarra disse...

Mugabe-Era o que me apetecia vestir.

Duarte-Assim vivemos.

Salvo-fico, não fico?

Samuel-Lindo.

Fernando Samuel-Pelo sim pelo não.

Beijos

casadegentedoida disse...

Passei só para dizer "Olá".
Bjs.

Zorze disse...

Ana,

A grande questão, é o antes.
Que antes proporcionou pôr se a questão?

Veste outra!
Esta não me cheira a futuros profícuos.

Beijos,
Zorze

Ana Camarra disse...

Casadegentedoida-Olá!

Zrze-Já foi no domingo, claro que já despi, com este calor mudamos muito de vestes!

beijos