domingo, 14 de junho de 2009

Novo Edital




Serve o presente para avisar que voltei!
Tenho um bronzeado à camionista com um braço mais queimado que o outro e o desenho das camisolas, decotes, mangas, pelo que estou num degradé de vários tons!
Esta pausa serviu para andar muito, ver pedras antigas, o absoluto mar de um ponto de onde ainda não tinha olhado bem para ele, para não atender telemóveis, para regressar a uma casa entregue a dois jovens e descobrir incrédula que acabaram com as cenouras!
Estes miúdos não param de me surpreender!
Também para definitivamente ficar com raiva aos modernos GPS, o zingarelho que não me entusiasma, aquele quadradinho a dizer onde temos que virar, mesmo que do lado oposto se estenda um mar azul tinta da China ou que se veja uma mata linda com pássaros a voar, mal por mal o mapa incomodo que nunca se consegue dobrar ou o descobrir acidental de um sitio lindo.
Agora voltei, estou mole da viagem, começo a interiorizar que amanhã recomeço as múltiplas batalhas e projectos, é mesmo assim nada a fazer!
Já tinha saudades vossas!

14 comentários:

Fernando Samuel disse...

E eu, saudades tuas!
Bom regresso!

um beijo.

LUA DE LOBOS disse...

benvinda Ana :) quanto ao pedido no hotel para uma cama de caal eu fico sempre na esperança que não haja :)
adoro dormir só :) mas nunca me safo :)e há 36 anos que não sei o que é isso a não ser quando o marido vai em viagem de trabalho e eu durmo de porta do quarto aberta, janela aberta e musiquinha de fundo :)
xi
maria

Anónimo disse...

E nós tínhamos sudades tuas. Sê benvinda e espero que venhas revigorada e cheia de força.
Beijo
Anabela

Anónimo disse...

Que saudades da tua escrita!
Bom regresso, amanhã já sabes, antes de mais passar pelo mercado e comprar cenouras!

um beijinho aninha!

Maldonado disse...

Folgo em saber que aproveitaste bem as tuas férias. ;)

mugabe disse...

Ainda bem que chegaste !

Abraço!

salvoconduto disse...

Se te desejei boa viajem melhor saúdo o teu regresso.

Cenouras?... Que raio!..

Abreijos.

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel-Já cá estou!

Lua-Eu também não me importo de me deitar no meio da cama com os meus livros...

Anabela-Estou assim a modos que atordoada, mas foi optimo não atender telemoveis...

Lagartinha-Já comprei....

Maldonado-Temos de aproveitar tudinho.

mugabe-Estou á espera da caipirinha!

Salvo-Fazem-me com cada finta! Cenouras, vê bem!

beijos

Diogo disse...

Benvinda!

A segunda fotografia foi tirada do teu passeio? Se sim, de onde (se não for indiscrição)?

Tive oportunidade de dar a conhecer o teu blog a várias pessoas minhas amigas. Sabes que foste um sucesso?

Beijo

Ana Camarra disse...

Diogo

Não foi, mas estive num sitio muito parecido.

Fico sempre surpresa com elogios desses escrevo como sinto a vida, nada mais.

beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E eu saudades suas. Apesar de não ter podido gozar os feriados, porque estive a trabalhar, hoje sinto-me recuperado, porque ontem pus ponto final a duas semanas intensíssimas e hoje auto contemplei-me com um dia de lazer, olhando o mar.
Quanto a GPS, ainda não aderi. Deixo-me guiar pelo instinto e pela atracção da paisagem que chama por mim.
Beijos e bom regresso

M. disse...

Bom regresso.

... e que o regresso à realidade seja tão suave quanto possível.

M.

utopia das palavras disse...

Bem vinda e vê lá se consegues uniformizar o bronze!

Beijinho

Zorze disse...

Ana,

Os regressos são sempre algo, tipo teatral.
Eu regressei! Dos mares longínquos, de terras distantes e coisas assim.

Mas, acho que deverias ter prolongado estas mini-férias.
O trabalho, se não se fizesse, alguém o faria e se ninguém o fizesse, era um azar daqueles.

O sermos nós e livres, está em primeiro lugar.

Beijos,
Zorze