Cenas que me marcaram X

Eis que chego ao grande problema: o dos realizadores que basicamente só fizeram filmes que gosto!
Começo por Stanley Kubric e gosto de tudo, basicamente, desde Laranja Mecânica, o 2001, Barry Lydon ou Dr. Strange Love.
Mas escolhi Spartacus.
Gosto do filme, dos actores e gosto muito da história.
A história de um homem que nasce humilde, que resolve tomar o seu destino nas mãos, que lidera os seus iguais num caminho de libertação, é traído, crucificado e deixa um legado eterno de liberdade e esperança numa vida melhor.
Parece familiar?
A diferença é que a vida melhor almejada era aqui, não num local inventado, aqui mesmo neste planeta.
Os actores são de luxo, a música é linda, a recriação histórica muito mais verosímil que a produção do costume.
Esta cena é brutal, depois de traídos e vencidos, é declarado que irão continuar escravos, mas que será poupado à crucificação quem denunciar Spartacus ou identificar o seu cadáver.
A cena não precisa de tradução.
(na playlist está a música)

Comentários

Diogo disse…
Stanley Kubric é o meu realizador favorito (embora julgue que nunca vi este filme). Continuo a considerar a Laranja Mecânica o melhor filme que já alguma vez vi.

Beijo
Maria disse…
A força de ser... Spartacus!
Lindo, Ana.

Beijo
PAULO LONTRO disse…
Mas esse senhor, que já lá está, alguma vez fez algo abaixo do genial?
Para mim, o 2001 é o melhor!
mugabe disse…
Ana,..concordo Kubrik era genial. Para mim no entanto coloco A Laranja Mecânica a par do Spartacus que é tudo isso que tu já disseste.

Abraço
Ana Camarra disse…
Diogo-Vê que vale a pena! Como todos os filmes dele.

Maria-Uma grande força!

Paulo Lontro-Era uma génio! Eu como digo gosto de todos, mas em cada um dos filmes podia ter escolhido uma cena ou mais, fantásticas.

Mugabe-Nunca mais ouvi a 9ª sinfonia sem me lembrar do filme...

Beijos
Fernando Samuel disse…
«Voltarei e serei milhões»

Um beijo.
Também é um dos meus realizadores favoritos. "Laranja Mecânica" foi para mim, durante anos, um filme de culto e não consigo encontrar um filme dele que não tenha gostado
Ana Camarra disse…
Fernando Samuel-Continuam milhões de Spartacus em busca da dignidade e liberdade.

Carlos-Estás como eu, gosto de todos!

beijos
SENSEI disse…
História é luta
Luta é história

Ouss
André Miguel disse…
Gosto muito de Kubric, mas não muito do Spartacus. Talvez por que já lá vão uns bons anos desde o ultimo visionamento.
Pode ser que com a idade eu faça outra apreciação.