Bad Banco?!






Eu juro que de uma maneira geral acho que os bancos são maus!
Tenho essa fixação.
Já os Anarquistas catalogavam de instituições reaccionárias: a Igreja, o Casamento, as Forças Armadas e os Bancos. Com a Igreja não mantenho relações, com o casamento não me tenho dado mal, mas por mim tinha-me mantido amancebada, as Forças armadas sempre me fizeram, um pouco de confusão, os Bancos….bem os Bancos, são um mal necessário na minha vida, pelos quais não tenho carinho nenhum.
Bom não interessa, interessa que hoje de manhã ouvi as notícias e apareceu uma especialista em economia a dar conta das novidades.
A novidade de hoje é que o Presidente do Banco de Portugal está a pensar em fazer uma coisa chamada Bad Bank, isto com os restos do BPP.
Supostamente vai ser criado o Bad Bank com os investimentos tóxicos do BPP.
Não consigo perceber o que são os investimentos tóxicos, o defeito deve ser meu, mas cheira-me a virose, também não entendo qual a vantagem de ter um Bad Bank.

Pronto é mais honesto! Estou mesmo a ver o slogan “Venha ao Bad Bank , o pior do seu bairro e intoxique-se!” ou “Se tem dinheiro a mais invista nos nossos empreendimentos mágicos!” ou talvez “Fazemos magia com o seu dinheiro, desaparece”.
O meu dinheiro não precisa de ajuda para desaparecer…tem uma espécie de chip incorporado e some-se por si só.
O que acho de verdade é que se está a arranjar um esquema de engenhocas financeiras para pagarmos ainda mais os desvarios de uns quantos doutos da prestidigitação financeira, o BPP só geria fortunas, mal ao que parece, eu cá não podia abrir uma conta lá porque não tinha alcavalas para isso, faliu porque alguém foi ainda mais ladrão, querem que paguemos nós.
Eu até podia alinhar quando o reverso também sucedesse, que tal começarem a distribuir os lucros da banca? Sei lá, para escolas? Hospitais? Centros de Saúde? Apoio à criação de emprego?
Ai Ana, Ana, essas ideias subversivas!

Comentários

Maldonado disse…
Gostei e subscrevo o teor deste post. Porém, só um reparo:
Segundo me consta, ao contrário do que disseste, a maioria dos depósitos do BPP era de gente humilde, sobretudo de emigrantes que se mataram a trabalhar uma vida inteira no estrangeiro para conseguirem amealhar uns milhares de euros, os quais foram desbaratados pelos carolas do banco que à viva força queriam ser Cristos das finanças fazendo o milagre da multiplicação...
TM disse…
O que será que irão os senhores inventar depois de o Bad Bank dar problemas....
PAULO LONTRO disse…
Olha, fui a visita 60606...
Maria disse…
Está mais que justo: bad bank para os bad boys....

Beijos
Distribuir lucros ??/ atão Ana, agora és visionária ??

Abraço!
Ora Bang Bang para o Bad Bank...
André Miguel disse…
Porque é que a malta quando andava na universidade não "oferecia" uma parte das suas notas aos mais fracos da turma, para equilibrar as coisas? Porque estas eram resultado do seu trabalho... Certo? O principio dos lucros é o mesmo.
O problema está em que hoje vivemos uma crise de gestão, pois são as práticas arriscadas e nada ponderadas que criaram os activos tóxicos, que não são nada mais que dividendos baseados em "apostas".
José Gil disse…
Olá amiga. Neste assunto não prego prego nem estoupa. Ainda não entendi o porquê e quero primeiro perceber antes de formular uma opinião.

Um beijo
Anónimo disse…
Adorei!

... é por estas e por outras que cada vez menos vejo notícias.

M.
CRN disse…
Ana,

Considerando a conjuntura económica, isto vai ser mais um poço sem fundo. Se o horizonte for o longo prazo, vamos pagar para estagnar.
Como não passa de ser uma cópia da solução que Bernanke e do Paulson deram ao Obama e como eu não recordo exactamente a cita completa, aqui fica uma opinião de Marx em Inglês para que estes "inventores" também a entendam:

"Owners of capital will stimulate the working class to buy more and more expensive goods, houses and technology, pushing them to take more and more expensive credits, until their debt becomes unbearable. The unpaid debt will lead to bankruptcy of banks, which will have to be nationalised, and the State will have to take the road which will eventually lead to communism" . Karl Marx, Das Kapital, 1867

A revolução é hoje!
Zorze disse…
Ana,

Tratamos de engenharias financeiras complexas. O "Bad Bank" apenas é uma força de expressão. É um meio que porventura seria e se for para avante escolheriam um nome comercial mais amigável.

Quanto à cita que CRN trás está quase correcta.
Só na parte de que o mundo não regressa ao passado.

Beijos,
Zorze
sagher disse…
Ana, como me disse um amigo, só não se entende o facto de, face a uma crise sem precedentes no capitalismo global, a resposta das esquerdas tradicionais foi a de correr a salvar o sistema. A história julgará isto como um erro colossal. Era o momento certo para deixar o sistema capitular, e aporoveitar então essa capitulação para criar algo de novo, de diferente. Pelos vistos direitas e esquerdas concordaram que a saida seria... estarem ambos do mesmo lado, na salvação do sistema. Sabendo que isso iria custar a espectativas de milhões que agora vêm as suas pensões de reforma ameaçadas. Salvaram-se os bancos, os banqueiros, o sistema, mas que salva as pessoas?

Só a destruição deste sistema profundamente injusto e segregador pode permitir criar algo de novo. Para mim, neste momento, todos são inimigos. Todos concorrem para a manutenção desta merda como está. Até as propostas visam apenas medidas de cosmética.
Eric Blair disse…
gostei especialmente de te ver citar, positivamente, os anarquistas ;)
Fernando Samuel disse…
Apesar de tudo, continuo a preferir os bancos de jardim...

Um beijo.
Ana Camarra disse…
Maldonado-Eu nada disse de desabonatório face aos depositantes, só que era preciso alcavalas que não tenho para abrir lá conta.

TM-não sei, mas inventam sempre uma.

Paulo Lontro-E por isso recebes um Xi-Coração.

Maria-Very Bad…

Cidadão do Mundo-O que queres? Tenho estes desvarios!

Opinião Própria-Nem mais!

André-Tu não dês ideias à Milu!

José Gil-Eu percebi o que transcrevo, nem mais nem menos. Mas só o conceito de criar um Bad Bank com investimentos tóxicos…

M.-Eu costumo não ver noticias, mas de vez em quando distraio-me!

CRN-Essa do pagar para estagnar arrepia-me!

Zorze-Mas não o chamem assim, sei lá Refugo Bank!

Sagher-Ou meu amigo, eu percebo o queres só quem te conhece percebe.

Eric-Que fique já esclarecido sou bisneta de um anarco-sindicalista.

Fernando Samuel-Quantas vezes!

Beijos
PDuarte disse…
adoro fotografias com cães humanizados.
bad bank, não tem um nome muito apelativo.