Esta sou eu, mãe!



Hoje o meu filho mais velho tem 19 anos e é um jovem universitário.
Demorou três dias a abandonar o meu corpo, quando o conseguiram retirar, a fórceps, estávamos os dois extenuados e em sofrimento.
Começámos a sua vida a passar um mau bocado.
Nesta foto ele tinha cerca de dez meses, pouco tempo depois fazia a encomenda do segundo filho. Uma opção sensata!
Ainda sinto cheiro dele a bebé, ainda me lembro do ritual de boas noites: um abraço, dois beijos e um “digo-digo”, ou seja um esfregar de narizes, seguidos todas as noites de um “Boa noite Mãe Esquilo!” “Boa noite Filho Esquilo!”.
As espécies animais variavam conforme os seus interesses, fui mãe ornitorrinco, foca, suricata, bichos da sua preferência.
Ainda hoje, grande, alto como um eucalipto, com uns pés enormes, a barba que o mando cortar, é meu esquilo, ornitorrinco, uma das minhas crias.

Comentários

Diogo disse…
Não há nada que chegue a um filho. Tudo o resto passa para quadragésimo plano.
Maria disse…
És linda, sabias?

Um abraço enorme. Como eu!
mugabe disse…
São sempre uma emoção !

Abraço!
salvoconduto disse…
Falta pouco para teres que o soltar...

Abreijos
Fernando Samuel disse…
Lindo texto, LINDO.

Um beijo.
Ana Camarra disse…
Diogo-È verdade a nossa vida muda, tudo se transforma de uma forma irreversivél e ainda bem.

Maria-Não sou nada, sou só eu, esse abraço é um doce!

Mugabe-São sempre a fonte do nosso orgulho, a certeza que vale a pena tudo.

Salvo- Está cada vez mais autonomo, como é natural. Terei sempre no meu colo ninho para ele e para o irmão, nem que seja para descansarem as asas.

Fernando Samuel-Ser mãe é inspirador!

beijos
Ana Camarra disse…
Adré Miguel-Obrigado, o menino também é André!

Carlos - Obrigado, todos os dias tento ser feliz e todos os dias sou mãe!

beijos
Maldonado disse…
Parabéns pelo teu dia! ;)
Os teus filhos devem estar orgulhosos de ti.
PAULO LONTRO disse…
Eu continuo na onda das Lontras e Lontros mas o que mais me dá arrepio é o saber que ele também vai ter 19 anos… é que eu não queria que deixasse de ter os 5 que tem hoje e não queria deixar de lhe contar as historias na cama e os banhos que lhe dou e os beijos Lontros e…e…e…
Será que me entendes…?
Zorze disse…
Ana,

Lindo, lindo.
E parabéns, pois és Mãe.

Mas na minha opinião a minha Mãe é a melhor do mundo.
Hoje estive com ela. Olha para mim daquela maneira, capaz de descobrir uma borbulha, e espreme-la, ou tirar a cera dos ouvidos como se fossemos ainda as criancinhas que ela ensinou a ler e respondia às trilhentas questões que colocávamos.

O Amor de Mãe, é das forças mais poderosas do Universo.
Capaz de milagres, ou seja, coisas que a inteligência que já alcançámos não consegue explanar numa folha de papel.

Nessa força, poderemos vislumbrar outras...

Beijos,
Zorze
Ana Camarra disse…
Maldonado-Eu tenho imenso orgulho deles!Eles também já tem dito o contrário, daquela maneira assim como quem não quer a coisa, o mais velho, o outro não, diz na minha cara e de toda a gente que a mãe é espectaculo, faz propaganda dos meus dotes oratórios, culinários, de escrita e até desde que me ouviu cantar uns fadunchos diz em todo lado....


Zorze-Sabes que te vai fazer isso até ao fim da vida? E até sabe bem!

beijos

Paulo-Como te percebo! Claro que te percebo, só te posso garantir uma coisa, vê-los crescer, tornarem-se autonomos é tão doce como vê-los andar pela primeira vez. Custa um bocadinho, temos sempre medo das quedas, mas pronto lá estamos para o curativo, o beijo no doí doí...
Anónimo disse…
Ser Mãe é muito bom!
Lembramos cada idade,cada gracinha, cada dificuldade1
crescem num instante, mal saiem do nosso colo, ficam adultos de um dia para o outro!
Lembro, a 1ªpapa de que não gostou, os primeiros passos na véspera de Natal, aos 9 meses, a cantiga "Olha a bola Manel"
Lembro o cheiro a pó de talco e á pomadinha!!!!
São lidos os nossos filhos,são os mais lindos do mundo

Abracinho
Lagartinha de Alhos Vedros