terça-feira, 5 de maio de 2009

Álbum de família 1


Esta é uma foto de família!
Trata-se da foto do Grupo de Cordas do meu bisavô, faziam serenatas.
Como se pode constatar tocavam violas, banjos e guitarras Portuguesas.
Ainda me lembro dos restos mortais do bandolim do meu tio-bisavô Artur, o vagabundo, na casa da minha avó.
Um desses rapazes de bigodes era o meu bisavô, pai da minha avó materna, mais á frente sentada está a sua noiva, a minha bisavó, acho que ainda não eram casados.
Mais tarde ele irá abraçar as causas Republicanas, depois o Anarco Sindicalismo, irá comprometer irremediavelmente a sua vida profissional com essas opções, irá morrer muito jovem, a família irá ficar numa estrema pobreza, a minha avó irá trabalhar muito novinha em troca de comida e de roupa usada, nesse trabalho ficará cega de uma vista.
Aqui ainda nada disso aconteceu, são apenas um grupo de músicos amadores, com as noivas, as mulheres e os filhos.
Gosto muito desta foto!

12 comentários:

salvoconduto disse...

Eita! Família numerosa! Foi de certeza daí que te veio o gosto pela música.

Abreijos.

Anónimo disse...

Ana

Grande foto mas desconfia dessa fonte para além dos gostos musicais devem ter vindo os revolucionários, também.

beijos

Kl

Tretoso Mor disse...

Ana,

O meu avô tinha mais sete irmãos, dois dos quais rapazes. Então, os três mariolas, tinham um conjunto, o Trio Alfredo.

O meu avô, o mais novo, como no início era "praxado" pelos irmãos, quando começou a ganhar alguma "prática", ele que tocava viola, entre a guitarra do Joaquim e o bandolim do João, partia as cordas para poder ir dançar enquanto os irmão ficavam a tocar!...

Tretices nostálgicas para ti.

casadegentedoida disse...

É sempre bom recordar, reviver momentos passados, nostálgicos, percorrer velhos álbuns, velhas fotos, sabermos de onde viemos. É bom saber que temos um passado.
Abraços.

Luís Filipe Maia disse...

A dolorosa experiência das opções políticas em tempos de intolerância.

Zorze disse...

Ana,

Sabias que eu adoro ver álbuns de fotos?
Pois é.

Beijos,
Zorze

anad disse...

Adoro fotos de família. Elas dizem tanto. Principalmente as antigas.O som é óptimo,
Beijinhos
Anad

Mar Arável disse...

HOJE É TUDO A CORES

SEM VALORES PROFUNDOS

E POR VEZES SEM MEMÓRIAS

sagher disse...

é ana, afinal tiveste gente ligada ao anarkismo na familia.
Quem diria?

Ana Camarra disse...

Salvo-Não eram todos família, mas tenho uma família numerosa, ruidosa e solidária.

KL-Pois, é normal que sim.

Tretoso-Esperto o teu avô!

Casadegentedoida-Eu gosto muito de saber de onde venho.

Luís Filipe-Tenho mais histórias dessas na família e mais dolorosas.

Zorze-Não sabia, tenho um caixote cheio!

Anad-Também gosto!

Mar Aravél-É tudo descartável!

Sagher-Tive mais, qualquer dia conto.

BEIJOS

Anónimo disse...

Adorei!
Conta mais!
Um abracinho
Lagartinha de Alhos Vedros

Fernando Samuel disse...

Essa tua fabulosa família!...

Um beijo.