Fossil

Por vezes damos passos alterados
Menos certos, errados
Evitáveis
Depois de dados ficam
Nódoas indeléveis
Um cimento fresco marcado
Um fóssil do erro
Mas tal como os fosseis
São só marcas
Não ficam vivos
Morreram

Comentários

Soraia disse…
pois mais morto que seja um fossil, por mais marcas que tenha, se nos for sempre visivel e sabermos que foi de um erro essa marca, jamais morrerá no nosso consciente!!!

beijo
Anónimo disse…
Ana

Errar todos erramos, muito até.
Mas não acredito em erros irreparaveis, só a morte, isso não é erro, é inevitavél.
Tu não és pessoa para erros irreparaveis, ás vezes és naif.

beijos

kl
Ana Camarra disse…
Soraia-Pois e serve para aprender pelo menos a não fazer o mesmo.

Kl-Sou parva!

beijos
Fernando Samuel disse…
E é isso que conta!

Um beijo.
Zorze disse…
E às vezes os erros são o caminho para a verdadeira aprendizagem.

E sem os erros não chegaríamos lá.

Logo tudo é importante. A análise do momento e à distância.

Até as Consciências Livres se enganam. As que fazem e desfazem Universos.
Vê lá tu...

Beijos,
Zorze