quarta-feira, 1 de abril de 2009

Conclusões

Haverá ricos e pobres, porque assim mandam os Senhores
Mais pobres que ricos
Porque é da imensidão de pobres que a riqueza vive
Haverá forças da ordem que batam nos insurrectos
Porque é da imensidão da força bruta que
A riqueza se alimenta também
Haverá, esfomeados, marginais, sem abrigo
Bairros de lata, emigração clandestina
Crianças de olhos tristes
Porque disso tudo se alimenta a riqueza
Mas cuidado,
Haverá sempre insurrectos, sonhadores,
Lutadores, inconformados, poetas
Pintores, cantores e outros artistas diversos
Gente que não aceita as conclusões dos
Senhores do Mundo

18 comentários:

Zorze disse...

Anniette,

Por isso cá estamos. Para dizer que isto não é só deles.

E eles não sabem, que, não sabem tudo!

Beijos,
Zorze

Diogo disse...

«Porque é da imensidão de pobres que a riqueza vive»

Isso está a mudar. Quem produz, são cada vez mais as máquinas. E estas vão ter de pertencer obrigatoriamente a todos.

Beijo

PAULO LONTRO disse...

Ana, também haverá sempre insurrectos, sonhadores,
lutadores, inconformados, poetas
pintores, cantores e outros artistas diversos, pobres e ricos e com os mesmos defeitos e virtudes desses pobres e ricos.
Gente que não aceita as conclusões dos Senhores do Mundo e gente que aceitará sempre as conclusões dos senhores do mundo.
A vida só é real quando coexistem os dois mundos.
Certo?

Ana Camarra disse...

Zorze-Alguns sabem.

Diogo-Esperemos que sim, embora esperar só não basta.

Paulo-Para mim não é certo, a riqueza que é conseguida á custa da miséria de outros e que assenta nisso mesmo, na miséria dos outros seres humanos, para mim, não é de todo admissivél.

Beijos

PAULO LONTRO disse...

Completamente de acordo, acho é que não entendeste o que escrevi.
De facto não coloquei em causa a origem “boa ou má” das riquezas, o que até poderia dar azo a comentário mas de facto eu comentei o estereótipo de colocar os artistas sempre do lado dos lutadores e inconformados e quanto a isso tenho a minas fortes dúvidas. Era tão-somente a este ponto que me referia.

Zorze disse...

Julgam eles.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Infelizmente são cada vez menos os que se revoltam. A passividade intrinseca do português está cada vez mais arreigada. Ainda hoje tive oportunidade de escrever um post sobre este assunto e a anunciada falência do país.

salvoconduto disse...

Não sei se mais sonhador ou mais lutador, mas um dos dois me confesso.

Abreijos

Ana Camarra disse...

Paulo-Completamente de acordo, trezentos por cento.

Zorze-Pois...

Carlos-tenho de ver, mas há sempre alguém

beijos

Ana Camarra disse...

Salvo-Desconfio que tens as duas vertentes.

Beijos

duarte disse...

EU ESTAREI SEMPRE DESTE LADO
A LUTAR ...
PORQUE JÁ NÃO CHEGA SONHAR
JÁ NÃO CHEGA CANTAR
JÁ NÃO CHEGA ESCREVER
É A RUA QUE ME CHAMA
E É NA RUA QUE HEI-DE MORRER LUTANDO.
ABRAÇO DE UM GUERREIRO

samuel disse...

São é poucos...

CRN disse...

Ana,

Até 2050, o número de inconformados, muitos destes revoltados, por tudo o mundo, triplicará. A ONU, veio hoje anunciar que, segundo as suas, neste caso seguramente mais fidedignas que qualquer outra instituição, as favelas aumentarão 300% com relação à actualidade.

A revolução é hoje!

AP disse...

Grandes verdades.
Não imaginas a tristeza que tem sido para mim conhecer África...
Por muito que me custe é muito provável que este continente nunca se levante. Para que o ocidente (leia-se Europa e EUA) mantenha os seus níveis de consumo desenfreado terão que continuar a existir pobres, que forneçam os recursos para esse consumo. Um dia comentaram-me para imaginar a África e a América Latina com o mesmo desenvolvimento que o ocidente, a consumir o mesmo petróleo, matérias primas e alimentos. Chegaria para todos? Dizem-me que não. Eu nego-me a acreditar.

Fernando Samuel disse...

E o futuro é dos sonhadores, dos lutadores - dos que nunca desistem de SER.

Um beijo.

Anónimo disse...

Não se esqueçam de mim!
Vou com vocês, sonho e luto.

Posso ajudar a distribuir, propaganda, abraços, sandes, bandeiras vermelhas...

Prometo ter cuidado e não cair no chão entornando o sonho, e a liberdade

Um abraço
Lagartinha de Alhos Vedros

Yiskay disse...

haverá sempre pessoas como você para tirar conclusões boas como esta :)

Ana Camarra disse...

Duarte-Eu já conto contigo do meu lado na luta.

Samuel-Mas bons.

CRN-Talvez se vá a tempo de alterar tais previsões.

AP-Também me nego a acreditar!


Lagartinha-Pois é importante não caires!

Yskay-Penso que sim haverá sempre quem contrarie.

Beijos