quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Leva




Leva-me para outro local
Leva-me para longe de tudo
Leva-me para outro tempo
Um tempo em que os meus cabelos eram longos
Onde o mar era uma espécie de casa
Leva-me para um local
Talvez nunca vivido
Com cheiro de algas secas
Talvez pequeno e exíguo
Mas onde eu cabia
Encaixava
Da mesma forma que as nossas mãos
Os nossos sorrisos
Os nossos lábios
Os nossos corpos
Até as nossas palavras
Ficavam assim a ressoar dentro de nós
Porque de tão gritadas não precisavam de som
Preciso de ir
Levas-me?!

16 comentários:

SENSEI disse...

Só se for de Clio!

Xôxos

Ouss

salvoconduto disse...

Está lá fora uma chuva de molha tolos, não vás já.

Abreijo

Fernando Samuel disse...

Ninguém é capaz de resistir a tal apelo...


Um beijo.

poesianopopular disse...

Ana
Não vais para lado algum, porque fazes cá falta!
compromissos são compromissos.OK
Bjos amiga

CRN disse...

Ana,
Vamos todos para lá, todos juntos conquistaremos o caminho!

A revolução é hoje!

Anónimo disse...

Pois é Aninha, já nem podes escolher saídas, estás demasiado comprometida com os amigos e com a nossa causa.
Vamos todos contigo!
Um abracinho!
Lagartinha de Alhos Vedros

Miss K disse...

Bem que me podiam levar para qualquer lado que não este.... cada vez mais motivos para não sorrir.

Espero que contigo seja diferente.

Beijo.

Maria disse...

Tão bonito...
Mas acho que vamos todos...

Um beijo

Diogo disse...

Repito-me. Para além de uma excelente prosadora és uma admirável poetisa.

Beijo

Sunshine disse...

Para um paraíso de sol e mar ... e porque não ??!!

Vai Ana ... Paz é essencial e o mar é o melhor sitio para a encontrar.

Linda essa imagem de Klint.

Bjs :)

Zorze disse...

Ana,

Fica descansada que, já estou a trabalhar numa espécie de Máquina do Tempo.

Beijos,
Zorze

utopia das palavras disse...

Bonito poema Ana.
Precisamos tanto de ir...!

Um beijo

PDuarte disse...

vai sózinha.
às vezes é melhor.

salvoconduto disse...

Porque comentaste o meu último post, e apenas por isso, informo-te que o mesmo foi aumentado.

Abreijos.

Conde disse...

No seu conteudo,não pude de deixar de reparar em todos os comentarios que aqui foram feitos.Quanto ao teu texto uma pergunta...não achas que quando vier o tempo quente isso te passa?...o quê...não!,bem me parecia!.

Ana Camarra disse...

Sensei-Até de carroça….

Salvoconduto-Eu até sou tola, não faz mal!

Fernando Samuel-Eu continuo a resistir.

José (Poesia)-Olha que jeitoso!

CRN-Pronto, está bem é todos juntos.

Lagartinha-Pois estou! Mas sim, podemos ir todos.

Miss K-Como não sou mentirosa devo dizer-te que não é diferente.

Maria-Ok, vamos todos!

Diogo-E tu és um querido.

Sunshine-Pois o Sol e o Ma fazem milagres e tenho saudades deles.

Zorze-Vê lá se te despachas.

Ausenda-Pois precisamos.

PDuarte-Não consigo, não vês que quer vir tudo comigo?!

Conde-Mesmo que não passe melhora, de certeza.

Beijos