quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Simples!

Isto é muito simples Ana não consegues ser livre e estar presa em simultâneo.
Talvez possas pensar, fingir uma coisa ou outra.
Talvez possas estar presa e pensar que estás livre, ou estares livre e pensar que estás presa.
Mas não estás presa a ninguém, a não ser a ti própria.
Tens de deixar de pensar que tens de corresponder a todas as expectativas de toda a gente, dos colegas, dos camaradas, da família, de quem amas, de quem pensas que te ama, até de quem te odeia, não tens…
Tens apenas de te pintar do bicho que quiseres, bicho aquático, ou voador, maternal ou selvagem, amante ou solitário, feroz ou doméstico, só e apenas.

16 comentários:

Fernando Samuel disse...

... de só e apenas... seres o que és.


Um beijo amigo.

mugabe disse...

Ana....pinta-te !!

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel

Só!

Mugabe

Acho que até já tenho a tinta!


Beijos

Anónimo disse...

Só tens...
apenas...
que ser...
da tua cor!

Bonito texto!!

beijo
Ausenda

salvoconduto disse...

Prefiro ver-te pintada de bicho mulher que és. Ficas tão bem.

Abreijo

André A.P. Batista disse...

Estou viciado no isto tem dias. A culpa é da música!

Ana Camarra disse...

Ausenda-è da cor que sou!

Salvoconduto-Obrigado, sim sou um bicho mulher!

André-Eu que pensava que também gostavas dos meus escrevinhanços.

beijos

poesianopopular disse...

Ana
Por favor, mantem a tua côr original, mas se te apetece brincar, tambem tens esse direito.
Bjos

Zorze disse...

A isso se chama as "coleiras conscienciais". Não estou a brincar, é mesmo assim que se diz.
E normalmente não há soluções perfeitas, mas, as menos más.

Quem disse que viver era fácil?

Beijos,
Zorze

Ana Camarra disse...

José - A minha cor não dá para mudar nem com lexivia!

Zorze-Olha aponta para me explicares mais essa se fazes favor!

beijos

Anónimo disse...

Anita

Não mudes nada, nada mesmo!
Logo tu que tens uma cor de canela!

beijos

Zé Manuel

(olha eu estava a brincar com aquela boca do pedido de casamento, está bem?)

Ana Camarra disse...



Vou ficar loura platinada, cor de rosa!
Claro que não!

As coisas que oiço disse...

O eterno dilema. Será que alguma vez estaremos realmente livres? E se formos, será que é bom?
Acho que o segredo é equilíbrio. :)

Ludo Rex disse...

Tens que ser tu mesma...
Kisses

Ana Camarra disse...

As coisas que ouço - Gosto de ser tão livre quanto possivél!
O equilibrio é sempre uma coisa fugaz, são momentos, raros.

Ludo Rex-è o que tento ser todos os minutos de todos os dias!

beijos

SENSEI disse...

Pinta-te da cor que quiseres, mas!... Vê lá que não te esqueças da cor da vida!

Xôxos

Ouss