sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Palavras




Existem palavras que não sendo usadas, murcham, quase que se gastam por falta de uso.
Palavras como “Meu Amor”, deviam de ser ditas mais vezes, ou ainda palavras como “Quero-te”.
Eu sei que não são palavras só, tem verbos, verbos de posse ainda por cima, mas nesta posse há mais que tudo entrega!
Há palavras que é exactamente o contrário, gastam-se de ser ditas.
Saudade por exemplo, Desculpa, desculpa gasta-se e gasta-nos, em simultâneo.
Há ainda palavras que ganham uma força brutal se forem ditas muitas vezes.
Amigo, Futuro, Esperança, Alegria, Camarada.
São palavras que quanto mais usadas melhor!
Eu gosto de palavras!

21 comentários:

Anónimo disse...

tu és palavras,
eu sou mais bolos.

ora vê,
http://www.youtube.com/watch?v=JLFW84OQwPw

Bom dia.
Bom fim-de-semana.

:) beijos

Anónimo disse...

Anita

Que palavras tão bonitas amiga!
E fazes esses conjuntos de palavras espectaculares!

Beijo Grande

Zé Manuel

Anónimo disse...

Amiga. Camarada.
Obrigada por existires e escreveres coisas tão lindas que nos fazem bem à alma.
Beijinhos.
Anabela

Fernando Samuel disse...

As palavras são armas - usemos, então, quanto mais vezes melhor, essas que devemos usar muitas vezes...


Um beijo.

Ana Camarra disse...

Meu menino vizinho - :)
Cada um é para o que nasce!

Zé Manuel - As palavras é que podem ser assim, espectaculares!

Anabela - Esse agradecimento tens de fazer á minha mãezinha, pai já não há!
Ainda bem que gostas amiga!

Beijos

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel

Usemos, camarada, muitas vezes!

Beijos

Anónimo disse...

Ana

Desculpe dirigir-me a si com familiaridade, não a conheço, nunca fui ao Barreiro.
De algumas semanas para cá dou comigo encalhado neste blogue, ouço as musicas até ao fim, bebo as suas palavras.
Tenho visto comentários a dizer para escrever um livro, acho que sim, escreve muito bem.
Gosto muito do seu espaço, não me identifico com as suas posições politicas, mas acho-a uma pessoa de trato superior.
Continue por favor, vá mais longe, tem toda a capacidade para isso.
Tenho lido os seus escritos antigos, são todos muito bons, também.
Queria só dar-lhe os parabens!
Muito sinceros.

Jaime Ferreira

Lúcia disse...

As palavras nunca são levadas pelo vento. Ficam em nós. Gravadas. por isso, prudência com palavras 'magoáveis'. E usem-se as que enternecem.

salvoconduto disse...

E eu da força que elas transmitem, amiga.


Abreijo

Ana Camarra disse...

Jaime Ferreira – Ainda bem que gosta. Obrigado pelos elogios.

Lúcia-Isso mesmo.

Salvoconduto-E tem muita força mesmo.

Beijos

Utopia das Palavras disse...

Sorrindo... para elas! SEMPRE!

beijos
ausenda

Ana Camarra disse...

Ausenda

Sempre!

beijos

CRN disse...

Camarada,
O "futuro", "camarada", só vale a pena se a "alegria" de chamar "amigo", "camarada", deixar de ser, no "futuro" e hoje, uma "esperança", para se transformar em realidade.

A revolução é hoje.."camarada"!

Ludo Rex disse...

Gosto muito das tuas palavras...
Kiss e Bom Fim de Semana

Ana Camarra disse...

CRN

Bom jogo de palavras!


Ludo Rex

As palavras não são minhas, são nossas!

beijos

Zorze disse...

Ana,

Como tu sabes és uma artista de palavras de grande talento. Juntando à qualidade como Ser que és. És uma consciência de grande, grande nível.

Então, e o Livro?

Beijos,
Zorze

Capitão Merda disse...

Haja calma!

Ana Camarra disse...

Zorze

Estragas-me com mimos.
O livro...


Capitão

La Serena...

Beijos

F Nando disse...

Gosto de palavras mas as nativas tocam-me particularmente por isso mesmo, serem originais e nossas. A juntar ás tuas palavras ponho SORRISO.
Gosto das tuas palavras!

Ana Camarra disse...

f nando

Eu sei que saudade é uma palavra única, sem tradução, mas quando passa a ser o mote para não se construir o futuro...
Sorriso é uma bela palavra.

Gosto das tuas imagens!

beijos

SENSEI disse...

Por vezes, um olhar, um gesto, um sorriso, valem todas as palavras do Mundo!... Resta a sensibilidade, que existe ou não, para apreender o que não é dito, mas profundamente sentido.

Xôxos

Ouss