A Minha mãe



Nunca falei muito da minha mãe aqui.


Tem coisas boas e más como toda a gente, é supersticiosa, inteligente e nunca confiou nela própria.
"Tira a mala do chão que dinheiro desaparece mais depressa" respondo-lhe sempre "Ele desaparece na mesma..."


Achou que geneticamente me passou isso, o gosto pela culinária, a vontade de tornar toda a gente feliz á nossa volta.


Preocupa-se muito comigo de uma forma ás vezes sufocante, ás vezes invertemos papeis, é ela a filha e sou eu que ralho e dou conselhos.


Por vezes mimo-a como os meninos pequenos "Deixa estar isso passa" .


Depois diz-me "Já sei que és só filha do teu pai..." e dou sorriso e digo-lhe "Pois sou!"


Ele sorri e diz "Foste a maior alegria da vida dele" depois acrescenta com ar travesso "Foste feita na Árrábida..."


Interpreta os meus sonhos.


Digo-lhe “Sonhei com peixes” e ela diz, “Que horror isso é morte!” “Sonhei que voava” e ela “Isso é porque és uma mulher muito livre, filha…”Sonhei que caía desamparada” e ela “Isso é falta de carinho


Faz-me os pratos que gosto, compra-me umas roupinhas de senhora, por ela eu andava sempre arranjadinha, muito senhora, mas sabe que de cada vez que me dá uns trocos vão para livros…. Paga-me o cabeleireiro, quer que eu faça as madeixas da moda, só lhe fiz a vontade uma vez, três horas de cabeleireiro para mim é demais…


Três horas de praia, de boa música, de boa conversa, de amigos, de leitura, de cinema, isso sim… Mas ainda assim é um colo que tenho…

Comentários

Anónimo disse…
Olha que lindo...
Está melhor sim senhora.
Assim é que é bonita, vi que hoje depois ficou triste, espero que esteja melhor.
Parece que sim!

beijocas

Augusto
AnA disse…
Mãe é mãe! O amor mais incondicional que existe.
Marreta disse…
"Mãe querida
mãe querida
o melhor que a vida tem
não há outro amor na vida
igual ao amor de mãe"

Tony Carreira.

Saudações pimba do Marreta.
José Gil disse…
Parabéns à sua mãe, e já agora ao seu pai, por ter elaborado uma filhota assim... Chiça que deve ter dado trabalho!!!

Um beijo grande para as duas
Ana Camarra disse…
Augusto - Estou melhor sim..

Ana - é mesmo, sou quando somos mães é que percebemos.

Marreta - Pois, não gosto da musica mas vale a intenção.

José Gil- Obrigado, o meu pai já morreu infelizmente...dei muito trabalho, sempre fui muito inquieta...

Beijocas
SENSEI disse…
Plha, agora ando assim!

De José Afonso
"Quanto é Doce"

Quanto é doce quanto é bom
No mundo encontrar alguém
Que nos junte contra o peito
E a quem nós chamemos mãe
Vai-se a tristeza o desgosto
Põe-se a um ponto na tormenta
Quando a mãe nos dá um beijo
Quando a mãe nos acalenta
E embora seja ladrão
Aquele que tenha mãe
Lá tem no meio da luta
Ternos afagos de alguém

Ouss
samuel disse…
Tirando o fumo do Outão... praticamente tudo o que é "feito na Arrábida" é bom!

Abreijos
Rei da Lã disse…
Então, cumprimentos à senhora tua mãe, a ti... e à serra da Arrábida!
Ana Camarra disse…
Sensei - è bonito Zeca é sempre bonito, monstruosamente belo...

Samuel - Posso gabar-me de ser produzida numa região demarcada...não é para qualquer um. O fumo do Outão é uma merda, as pedreiras do lado da Maçã também, mas ainda assim a Serra é linda...

Rei da Lã - Serão entregues sua alteza..

beijocas
mugabe disse…
é muito bom ter mãe....abraço!
Anónimo disse…
Minha Amigona

Está em forma outra vez...
Antes quebrar que torcer.
Pois, essa história das mães sabes que eu não tive e tenho pena, tive a minha avó...
Os meus filhos também não tem mães de jeito, foi o parvo do pai que escolheu.
Tu de certeza que és boa mãe.
Feita na Árrabida...eu devo ter sido feito no bico do Mexelhoeiro.

beijão

Paulo (el niño)
Anónimo disse…
Lindona

Ainda bem que estás melhor.
Pois a tua mãe é gira e tu tens a sorte de teres mães que a tuas tia é outra mãe.
Mas deixa que te diga que muitas vezes pareces mais mãe delas, delas e de mais uma data de gente.
Isso só porque és uma pessoa especial.
Muito especial, mesmo.

Beijocas

Lidia
Ana Camarra disse…
mugabe - pois é, e ser mãe também, mas desconfio que não vais ter essa experiência...

Paulo - Eu sei, mas a tua avó foi muito tua mãe, se calhar foste feito num sitio bonito, nalguma altura da vida os teus pais devem ter gostado um do outro, pelo menos o suficiente para te fazerem...
Os miudos não tem grandes mãe, mas tem um pai muita maluco e gosta muito deles, isso é bom, alguns nem burro nem 5 tostões.

Lidia-Muito obrigado amiga, não sou assim tão especial, sou uma mulher vulgar...

beijocas
CRN disse…
Olá Ana,
A Mãe é do melhor que o mundo tem.

Cumprimentos.
A minha mãe também é assim e durante muito tempo fui influenciado pela sua superstição.
Mas mãe é mãe, mais tarde ou mais cedo habituamo-nos.
Parabéns
salvoconduto disse…
Sonhaste que voavas? Pois continua s sonhar!

Abreijo.
Ana Camarra disse…
Carlos - Pois temos que nos habituar, eu como mãe também tenho as minhas coisas...

salvoconduto-sonho muitas vezes que estou a voar....e gosto.

beijos
Anónimo disse…
Olá, pariga.
é a 1ª vez que venho aqui.
O poema abaixo é para mim dos mais belos no que diz respeito à palavra "mãe", espero que no mímimo goste, se não olha, paciência...
bjokas da patanisca

Pela estrada desce a noite
Mãe-Negra, desce com ela ...
Nem buganvílias vermelhas,
nem vestidinhos de folhos,
nem brincadeiras de guisos,
nas suas mãos apertadas.
Só duas lágrimas grossas,
em duas faces cansadas.
Mãe-Negra tem voz de vento,
voz de silêncio batendo
nas folhas do cajueiro ...
Tem voz de noite, descendo,
de mansinho, pela estrada ...
Que é feito desses meninos
que gostava de embalar? ...
Que é feito desses meninos
que ela ajudou a criar? ...
Quem ouve agora as histórias
que costumava contar? ...
Mãe-Negra não sabe nada ...
Mas ai de quem sabe tudo,
como eu sei tudo
Mãe-Negra! ...
Os teus meninos cresceram,
e esqueceram as histórias
que costumavas contar ...
Muitos partiram p'ra longe,
quem sabe se hão-de voltar! ...
Só tu ficaste esperando,
mãos cruzadas no regaço,
bem quieta bem calada.
É a tua a voz deste vento,
desta saudade descendo,
de mansinho pela estrada.

(Alda Lara, 1951)
Anónimo disse…
Olá amiga,
isso hoje está melhor!O importante é ultrapassar as situações com coragem!
O post d'hoje já te valeu dois belíssimos poemas qualquer um deles já feito cantiga e que tão bem resultaram!
Jokas
Ivone
Ana Camarra disse…
anónimo-esse pariga cheira a camarro que trezanda. Mas está muito bem, venha sempre, se gostar claro!

Ivone-Pois foi. Isto é um dia atrás do outro.

beijocas
Zorze disse…
Mãe é Mãe.
O Amor de Mãe é uma das maiores forças do Universo.

Beijos,
Zorze

P.S.: Gostei do carinho puro com que escreveste este post.
Ludo Rex disse…
A mãe compreende até o que os filhos não dizem... "Pensamento hassídico"
Kiss :-)
Ana Camarra disse…
Zorze - Pois é, eu mãe confirmo.
Ainda bem que gostas...

Ludo Rex -Não conhecia essa mas está muito bem...

beijocas
PDuarte disse…
"mãe" não é um tema fácil para mim. mas uma coisa é universalmente aceite..."mãe é mãe".
Ana Camarra disse…
pduarte - Olha agora fiquei triste...por ti.
Mas também há muita variedade de mãe, há muitas pouco dignas desse titulo, há mães que desaparecem precocemente (o meu pai perdeu a dele aos 2 anos), enfim

beijoca grande para ti.