LER



Ler sempre foi um vício, uma necessidade, incutida desde pequena, alimentada pela colecção do meu pai, do meu tio, e depois com a colecção própria.
Papo livros a fio.
O meu homem costuma dizer que para me satisfazer é melhor comprar a lista telefónica da China, sempre que me oferece um livro procura, dentro dos meus gosto, o que tiver mais páginas…
Puro engano, se o livro me interessar galgo aquilo em meia dúzia de dias, houve livros que me fascinaram e que teve de lê-los sem parar, por exemplo “O Velho que lia romances de Amor” de Sepúlveda (é pequenino também!).
Outra das queixas é falta de espaço para armazenagem, já existem estantes em todas as divisões, halls de entrada e corredor, livros em camadas dupla, mas não consigo separar-me deles…
Outra queixa é quando á pintura ou mudanças, recebo a ameaça “Vê lá se começas a carregar tu com o peso da cultura, que isto dá conta de mim!”
Tenho autores favoritos que no meu intimo já trato por tu, se os encontrar na rua acho que lhes dou um beijo e um abraço, a seguir sou presa ou internada no hospício….mas paciência.
Tenho livros que releio ciclicamente, só porque sim: alguns de Saramago, quase todos de Gabriel Garcia Marques, quase todos de Eça de Queiroz, mais a colecção de tudo quanto é policial de Ruth Rendell.
Tenho autores que não gosto de todo, não consigo, Paulo Coelho por exemplo, o porno soft da Margarida Rebelo Pinto, também.
Ainda assim tenho preferências por escritores da América Latina, ando sempre a descobrir novos, nos de sempre está o Gabriel Garcia Marquez, claro, Isabel Allende, Laura Esquivel, Sandra Sabanero, o grande e eterno Jorge Amado, Graciliano Ramos, Sepúlveda, e tantos que me levam a universos fantásticos, tropicais, quentes calorosos, de amores impossíveis e sensualidades profundas.
Ainda este fim de semana entre a perspectiva de gastar uns totões nuns trapos ou em livros não exitei, comprei três, dei a desculpa conjugal, "São para as férias", e ele disse "Até parece que isso dua daqui até lá...."
Enfim mais uma pancada desta Ana

.

Comentários

Gi disse…
E eu também leio, leio, leio!
Este fim de semana acabei um livro, comecei e acabei outro, e comecei um novo;
Comprei mais 2 livros.
Costumo dizer que quando me reformar ou estiver desempregada já tenho quem tome conta de mim.

PS.: Já te leio no Google Reader há um tempo.
Anónimo disse…
Ana

Mais uma janela para a Bela mulher que é!
Culta pois claro, só podia.

beijocas muitas

Augusto
Anónimo disse…
Miuda

Papar livros é favor, pareces um bicho da seda a comer folhas, parecias pelo menos...
Parece que destá é a sério, o teu amigo está mesmo apaixonado!
Tens de a conhecer, preciso do teu selo de aprovação...

Beijões muitos


Paulo (el niño)
Anónimo disse…
Ana

Golden Brown é tom da tua pele...
Olha afinal não posso ir aí no Verão as miudas convenceram-me a leva-las á Isla Magica....
Vê lá se qualquer dia vens cá acima para beber um copo, pago-te uma francesinha, trás os teus homens o grande e os pequenos, pois claro!

beijocas

Zé Manel
Ana Camarra disse…
Gi Obrigado por cá vires, também já espreitei o teu...

Augusto - Gentileza sempre.

El Niño - Tenho mesmo que conhecer essa santa,só pode, espero que corra tudo bem, não precisas da minha aprovação para nada. Só precisas de ser feliz.

Zé Manuel - Faz lá a vontade ás garotas, francesinhas, pois está claro, é bom de vez em quando...

beijocas
Rei da Lã disse…
Eu raramente leio.
Gosto mais de ver os bonecos!
samuel disse…
Esta minha mania de seguir links de comentários "suspeitos" em blogs amigos, quase sempre compensa.
Que belo sítio vim encontrar!
Irei voltando...

Abreijos
Atever disse…
Pois é, os livrinhos também começam a pesar e a ocupar muito espaço cá em casa. Não tenho tantas estantes, até porque não teria espaço para as pôr, mas começo a ficar farto de ter de revolver tudo à procura de livros que já só cabem numa segunda fila.
Li alguns dos teus preferidos (descobri o Sepúlveda há dois ou três anos e hoje é dos meus favoritos).
Dos outros (Margarida, Coelho, etc.) nunca li nada. Há uns tempos indicaram-me uma “obra” do Paulo coelho que estava na net, de borla, e a minha mulher teve uma trabalheira para me imprimir aquilo lá no emprego (os tinteiros estão caríssimos eheheh) e na semana passada fiz uma arrumação à mesa de cabeceira e foi tudo para o lixo, excepto a mola que segurava as folhas eheheh. Nunca consegui “atinar” com aquelas coisas da fé, da espiritualidade e do divino. Coelho gosto mas só no tacho eheheh.
Quando era puto o meu “velho” ia para a tasca e obrigava-me a ficar na barraca dos melões que ele tinha à beira da estrada, no Porto Alto e como eu tinha saído da escola e vendia jornais, revistas (Plateia, Crónica Feminina eheheh) e livros da colecção “Formiguinha” (daqueles que só tinham letras, porque eu nunca gostei de “coboiadas” aos quadradinhos), gamava-lhe dinheiro dos melões para comprar os livros que eu próprio vendia eheheh

Agora falemos da música no blog.

Caso pretendas colocar as tuas próprias músicas, é só ir a http://www.imeem.com/ , Create Your Account e depois da conta criada entra-se (login) com o Email e Password e em “up aplouad” carregam-se as músicas (em formato Mp3) e passados alguns segundos já estão disponíveis para colocar no blog. Atenção que alguns autores têm as músicas protegidas e só conseguimos ouvir 30 segundos.
Mas mais simples é entrar no site fazer uma busca pelas músicas que pretendemos e é só copiar para o blog. Mesmo essa que eu tenho do Rui Veloso, se clicares em “download this track” podes colocá-la no teu blog (Embed).
Espero que esta “dica” sirva para alguma coisa.
Beijinho.
Anónimo disse…
Cara Ana

Também vim aqui num rasto de um blogue para outro.
Fiquei fascinado, retemperou a minha confiança nos seres humanos.
Divertida, enérgica, sensivél e permita-me sensual.
Um espanto este sitio.

Mulher de esquerda ainda por cima...

permita-me que lhe mande um beijo com todo o respeito.

Xico Zé
Anónimo disse…
Pois nós teus amigos de sempre sabemos que lês que nem uma doida.
Sabemos que és culta, sabemos que és gira, sabemos que és simpatica, sabemos que és de esquerda...
Sou escrevemos isto tudo para que os outros saibam, que nós amigos de longa data temos por ti um carinho do tamanho do MUNDO e mais além....
Muito mais mesmo.

Os Fãns
Fátima disse…
Ana

Olhe eu leio muito menos hoje em dia, não só por falta de tempo, mas porque os livros são artigo de luxo!
É o que se pode.

beijos
Ana Camarra disse…
rei da Lã - Como Rei deves de ter alguém que leia para ti.

Samuel - Obrigado pelo elogio, volte sempre.

Atever - És sempre o máximo, vou experimentar, hoje não, amanhã.

Xico Zé - Benvindo e Obrigadinho, sou de esquerda pois está claro.

Os Fãns - deixam-me babadita

Fátima - pois é, os livros estão carissimos....como toda a cultura de uma forma geral. è a droga de país que temos...


beijocas
salvoconduto disse…
Eu sei como é esse vício, metermo-nos pelos livros adentro que parece que fazemos parte deles.

Boas leituras!
Anónimo disse…
Ò Ana ou Srª D. Ana porque o respeitinho é muito bonito, então do seu grande reportório não faz parte o Sepúlveda? Penso que para uma pessoa tão sensível é imperdoável. Ou terá sido só esquecimento.
"Inocente"
PS: É uma delícia ler os seus textos por favor, continue
Ana Camarra disse…
Ó inocente

Vá lá ler outra vez, caramba está lá o Sepulveda sim senhor...
Anónimo disse…
Ana ou Srª D. Ana peço-lhe muita desculpa mas, a ansia de ler os seus textos saltei por cima do escritor que disse. Eu vi logo que era quase impossivel não fazer parte da sua biblioteca.
Peço-lhe imensa desculpa!!!
"Inocente2
poesianopopular disse…
Ana
Boa pancada ! Tambem gosto imenso de ler Spúlveda!
Abraço amiga
Ana Camarra disse…
Salconduto - Pois é uma maneira viajar.

Inocente - Tire o Dª, que me faz velha e afinal você é um ou dois inocentes, é que inocência a mais...

Poesia - Só estronços é que não gostam de Sepulveda, é impossivél.

beijocas
PDuarte disse…
pancada saudavel. gosto em rever-te e fiquei babado pelo elogio.não mereço.
Ana Camarra disse…
Então, não?!
Fica a saber que foste o primeiro blogue que linkei, faz-me falta a tua loucura saudavél...

beijoca
Zé Ferradura disse…
Olá Ana,

Eu agora acabei a leitura do grande Bruto da Costa, as férias estão à porta (até vou roendo as unhas!).
Esta semana vou à Bertrand buscar mais um ou dois livritos.Toca a ler!

Bj
Zé Ferradura
Ana Camarra disse…
Zé Ferradura

Pois é, só não compro mais porque o orçamento não permite...

beijoca
Ana Camarra disse…
Zé Ferradura

Pois é, só não compro mais porque o orçamento não permite...

beijoca
Zé Ferradura disse…
Pelos vistos a Ana também duplica os comentários, quem não tem telhados de vidro lololol!

Cumpts
Zé Ferradura
Ana Camarra disse…
Zé Ferradura

Se há coisa que tenho a certeza é que sou um poço de imperfeições...
Não tenho dúvida nenhuma...

beijoca