quarta-feira, 11 de junho de 2008

A rã



Já morreu um camionista.
O Governo está preocupado com a liberdade de quem quer trabalhar.
O Presidente da Republica não se retrata do “Dia da Raça”.
Os aviões já não podem ser abastecidos na Portela.
Os Transportes Públicos podem começar a falhar.
O Zé diz que não pode dar troco a todos os que protestam.
Os supermercados começam a ficar despidos de comida.
A capacidade de armazenagem de leite está a ficar a esgotada.
O Zé diz que não pode dar troco a todos os que protestam.
Há camiões incendiados.
A Europa discute o aumento do horário semanal de trabalho para 65 horas.
O Zé diz que não pode dar troco a todos os que protestam.
O Aníbal podia dizer-lhe que o seu princípio do fim também foi com os camionistas.
O Zé diz que não pode dar troco a todos os que protestam.
Portugal vai jogar outra vez com os Checos, isso é que importa.
O Zé diz que não pode dar troco a todos os que protestam.

Há uma teoria:

Uma rã numa panela de água quente salta.
Uma rã numa panela de água fria aquecida lentamente, fica.
Fica até ficar cozida e morrer.

Ainda não viram que isto está a escaldar?!

9 comentários:

SENSEI disse...

Ver ???? Quem ???? O Povão ????

Esse não vê nada!... Como a avestruz, enterra a cabeça na areia e espera que passe tudo, só não consegue explicar aquela dor intensa no sítio onde as costas mudam de nome.~

Viva o Europeu de futebol, viva a selecção de todos nós escolhida por eles, uma vez que o povo Português é tão mas tão incapaz, que até para isso não tem nenhum jeito.

Valente povo!... O fado é que "instrói" e o futebol é que "induca", nas novelas se deleita este povo, que de inteligência não sofre maleita, pois de cérebro, nada se vislumbra que a sua cabeça seja feita.

É MUITO BEM FEITA!

goleador disse...

Sócrates é a rã.
Deixou a água da panela
aquecer lentamente.
A ganância e o servilismo "escaldaram" o estafermo. A água há-de evaporar e fica mesmo esturricado.

farfalho, o maltês disse...

Ana,
Aqui vai um post (extracto) que publiquei no "montidubotas".
(...) Todavia não é apresentada qualquer medida que resguarde o país da crise petrolífera, nem é feito qualquer diagnóstico sobre a problemática no futuro, dado o conhecimento já existente de que o abastecimento de petróleo vai continuar com o aumento dos preços internacionalmente. Mas que a sociedade, empresas e particulares, não vai poder suportar com o actual poder de compra. O governo (Sócrates) não pensa nisso. Pois se pensasse, devido à necessária redução de consumo, não projectava (antes adiava) investimentos em mais auto-estradas, pontes e aeroportos.(...)

bivolta disse...

camarrada Ana,
gostei desta forma de apresentares a questão.
Inovas assim em tudo?

Ana Camarra disse...

Sensei e Maltês: Pois...

Goleador: eu acho que a rã somos nós, mas essa perspectiva também é gira.

Bivolta: Sou uma moça muito idiota, tenho sempre muitas ideias

Capitão Merda disse...

O Zé é parvo!

Anónimo disse...

Idiota e vidrada.

É o que a moça é!

Como seria que os comunas tratariam do assunto?

Como seria em Cuba?

Ana Camarra disse...

Não sei como seria em Cuba, nunca lá fui.
Se me achou idiota e vidrada tem bom remédio é ir a outras paragens.

SENSEI disse...

Este paspalho anónimo de 20 de Junho de 2008 pelas 3:21, anda em excursão guiada.

OH ENERGÚMENO!... QUAL FOI A PARTE DE IRES PARA A P. Q. T. P., QUE NÃO PERCEBESTE?

Este blogue está a anos luz da tua capacidade compreensiva, a qual demonstraste ser inferior à de um batráquio.