Hoje estou de vidro…


Já há muito tempo que não me sentia assim mas hoje, como dizia a minha avó, estou de vidro.
Sinto-me triste, irritada, magoada e frágil muito frágil…continua-me a espantar a falta de cuidado com que as pessoas se tratam, como conseguem transformar todas as fraquezas em armas de arremesso com que agridem o próximo, continua a espantar-me a mentira, o distorcer da realidade para encaixe da forma mais conveniente, a falta de vergonha, a falta de “coluna vertebral”, o excesso de ratice…
Hoje o dia tem sido preenchido por uma série de conversas desagradáveis, inesperadas, falsas… Nalgumas delas reconheço que se destinam só a magoar e conseguem.
No entanto o vidro tem características curiosas:
Tem inúmeras aplicações
Só é maleável quando está quente.
É considerado um material duro apesar da sua aparente fragilidade.
É reciclável sem perder as suas características essenciais.
Talvez não seja muito mau ser de vidro….

Comentários

Sensei Karate disse…
Cá para mim prefiro o cristal, mas o diamante também parece vidro e, é duro "com' ó caraças"!